Restrição Interna no CPF – Lista Negra dos Bancos

Você sabia que a Restrição Interna no CPF afeta diretamente 1 em cada 3 brasileiros que não entendem o motivo de todo cartão de crédito que tenta fazer é REPROVADO, o SCORE nunca sobe e o pouco crédito que tem não aumenta.

Assista este vídeo e entenda como resolver a restrição interna…

foto indicando botao como ganhar dinheiro internet

  • Este não é um serviços de recuperação de crédito.

Isso acontece porque os Bancos tem uma lista de RESTRIÇÃO INTERNA onde guardam o seu CPF, e isso impede que você possa ser aprovado em financiamentos, emprestimos ou que consiga fazer um cartão simples de loja.

Essa situação parece familiar para você?

    • Você NÃO consegue um empréstimo!
    • Você NÃO consegue um financiamento!
    • Você NÃO consegue um simples cartão de loja!
    • Você NÃO consegue aumentar seu limite nem cheque especial!

VOCÊ NÃO CONSEGUE NADA!

E PIOR…

A desculpa é sempre a mesma….

“seu score está baixo”…

Eu passei por isso…

MAS TEM SOLUÇÃO!

A Solução para resolver isso em 10 minutos está neste manual digital.

Chega de Restrição Interna!

Como tirar o nome da Lista Negra dos Bancos!

A lista negra dos bancos é sempre uma surpresa (desagradável) para muitas pessoas na hora dos grandes sonhos. É possível sair dela. Veja nesse artigo como!

foto artigo restricao interna - lista negra dos bancos

Você já fez as suas contas, as parcelas do seu carro novo cabem sem aperto nos próximos três anos de orçamento, qual não é a surpresa quando o vendedor, meio contrariado, diz: senhor, o banco não aprovou o seu financiamento.

Certamente, você pensa em dívidas atrasadas ou inadimplentes e não há. Existiu uma dívida com outro banco que, depois de muito esforço, você conseguiu quitar ou até usou uma condição especial no Feirão Limpa Nome!

Sim: você está com o nome limpo no SPC e no Serasa mas existe um outro cadastro que poucas pessoas conhecem e são apresentadas a ele nos momentos mais importantes de consumo: a Lista Negra dos Bancos.

Então surgem as dúvidas na volta frustrada para casa: 

    • Onde está essa lista? 
    • Como ela funciona? 
    • Por que você está na lista se suas contas estão em dia?

As dúvidas são muitas sobre a restrição interna dos bancos, mas as respostas são simples. Por isso vamos ver como tirar o nome da Lista Negra dos Bancos e voltar a consumir feliz!

Mas antes: 4 dicas para manter um orçamento pessoal saudável!

Um orçamento bem estruturado é o ponto de partida para evitar que o mau planejamento imponha novas restrições porque podemos prever melhor os riscos e encontrar boas soluções.

Vamos falar de algumas dicas valiosas para gerir o orçamento com segurança e eficiência.

1 – Preveja suas despesas de forma realista

Os valores devem ser realistas – não subestime contando com boas práticas de economia – é importante persegui-las, mas se não forem alcançadas, você precisará de mais receita em um orçamento já comprometido.

2 – Preveja suas receitas de forma conservadora

Não conte com metas agressivas de vendas ou aumentos de salário. O ideal é o orçamento mais linear possível para que os saldos mensais ajudem a bancar as contas nos gastos sazonais. 

Dessa forma, uma renda extra (bônus, mais faturamento) pode virar poupança e ajudar a realizar o sonho de uma viagem ou um carro novo.

3 – Tenha um controle detalhado e atualizado

Não há gasto seguro sem controle – e ele deve ser constante. Use uma planilha diariamente, incluindo os pequenos gastos e os compromissos futuros, como uma compra parcelada.

Faça reuniões familiares para mostrar os resultados, comemorar atingimentos e definir ajustes. Todos devem participar’, incluindo as crianças. É importante que elas aprendam desde cedo o esforço por cada centavo!

foto O que é a lista negra dos bancos

O que é a lista negra dos bancos?

O SCR – Sistema de Informação de Crédito – como também é conhecida a lista negra bancária – é uma base dados de movimentações financeiras, criada pelo Banco Central e administrada em conjunto com os bancos e instituições financeiras do país.

Com essa base, as instituições podem pesquisar o comportamento histórico de cada consumidor na sua relação com elas – especialmente a pontualidade de pagamento – e usar as informações para decidir se devem ceder crédito.

Essa base controla todas as transações de consumidores com essas empresas:

    • Empréstimos
    • Financiamentos (imobiliário, automotivo, residencial)
    • Uso de limite de conta (cheque especial)
    • Uso de cartões de crédito

As operações com valor acima de 200 reais são incluídas pelos bancos no SCR e esses registros não saem da base de dados, mesmo que a dívida seja quitada, ao contrário dos cadastros de restrição da Serasa e do SPC.

Portanto, mesmo que você esteja com dívidas quitadas ou prescritas – com cinco anos de inadimplência – com as instituições, não quer dizer que elas concederão crédito, pois a lista negra bancária funciona como um balizador da decisão no momento da consulta.

A lista negra dos bancos influencia a concessão de crediário das lojas?

Isso vai variar de acordo com a forma como a loja analisa o crédito, mas de uma forma geral, não há influência.

As lojas sabem que a inclusão no SCR, além de comum (infelizmente) nos dias de hoje, é permanente até que o cliente tome a iniciativa e pode contar débitos muito antigos e prescritos.

O interesse comercial fala mais alto, principalmente se o cliente tiver um bom histórico recente. Por esse motivo, elas preferem usar o SPC, o Serasa e o Serasa Score, este um sistema geral de análise e que é atualizado diariamente.

A entrada na lista negra bloqueia o crédito bancário para a pessoa?

Nem sempre.

A lista negra bancária é um grande histórico de informações – valores, prazos, recorrência e situação atual – mas não é usada de forma objetiva. 

A presença nela nem sempre bloqueia a concessão de crédito. Vários aspectos importantes são considerados na restrição interna dos bancos

Por exemplo, uma pessoa recorrente de inadimplência certamente terá dificuldade de obter crédito, mesmo de pequeno valor – pois sinaliza um descontrole que pode ocorrer com frequência.

Por outro lado, uma pessoa com pontualidade de pagamentos mas que fica devedora e chega a negociar extrajudicialmente um débito pode ter um empréstimo aprovado, pois a análise pode entender que foi um fato isolado.

Os valores envolvidos pesam na decisão – se você tem pontualidade com pequenos valores e fica inadimplente com um valor alto, as chances de obter crédito vão se limitar ao que o banco achar seguro arriscar.

foto entrada na lista negra bloqueia o crédito bancário - restricao interna

Como saber se estou na lista negra dos bancos? (Restrição Interna)

A forma de saber se o seu CPF está na lista do SCR é muito simples e você precisa de:

    • Ter o aplicativo do seu banco instalado no celular ou acesso à internet banking;
    • Fazer um cadastro no sistema do Banco Central – o SISBACEN

Veja então os passos abaixo:

Cadastro pelo internet banking

  1. Acesse o site do Banco Central;
  2. Clique em Sou Pessoa Física ou Sou Pessoa Jurídica;
  3. Na tela seguinte, escolha a forma de cadastro internet banking;
  4. No passo a passo, clique no item 1 para obter uma frase de segurança;
  5. Na tela seguinte, digite as informações pedidas e clique em Próximo;
  6. Na próxima tela, aparecerá a frase de segurança. Clique em Copiar;
  7. Abra o seu internet banking;
  8. Vá na opção onde esteja o Registrato (cada banco tem um local diferente);
  9. Cole a frase de segurança – o sistema do banco fará a validação;
  10. Retorne para a página do Banco Central e clique em Próximo;
  11. Preencha os dados solicitados, incluindo a senha, e clique em Concluir Credenciamento.

Cadastro pelo aplicativo

  1. Acesse o site do Banco Central;
  2. Clique em Sou Pessoa Física ou Sou Pessoa Jurídica;
  3. Na tela seguinte, escolha a forma de cadastro celular;
  4. Abra o seu aplicativo;
  5. Vá na opção onde esteja o Registrato e obtenha o PIN;
  6. Retorne para a página do Banco Central e clique na opção 2 do passo a passo;
  7. Preencha os dados solicitados, incluindo a senha, e clique em Concluir Credenciamento.

Dessa forma, seu cadastro no SISBACEN estará ponto.

Você poderá pesquisar quais dívidas estarão presentes no cadastro e seguir para o passo seguinte: tirar seu nome da lista do SCR.

foto restricao interna - Como posso tirar o nome da lista negra dos bancos

Como posso tirar o nome da lista negra dos bancos?

Se você ainda tem uma dívida pendente e negativada (e eventualmente protestada), o primeiro passo é negociar com o credor e quitá-la.

Sem o pagamento efetivo, não há como retirar o nome. Mesmo assim, vimos anteriormente que pagar ou deixar a dívida prescrever – ficar com cinco anos ou mais de inadimplência – não retiram a restrição na lista negra bancária.

A solução ideal e completa é:

    • Contatar o credor, que pode ser um escritório de cobrança;
    • Pagar completamente;
    • Exigir um comprovante de quitação total da dívida;
    • Solicitar que o credor retire a restrição no SCR. 

Ele tem até cinco dias úteis para fazer isso.

Acompanhe e cobre a retirada, principalmente se a dívida estiver em escritório de cobrança, pois são empresas onde o trabalho se encerra na recuperação do débito e não há o interesse em limpar o nome que um banco tem – para negócios futuros.

Como vimos nesse artigo, muitas vezes a quitação de uma dívida atrasada não é o suficiente para voltar a ter crédito junto aos bancos e financeiras. A Lista Negra dos Bancos é um empecilho importante, pois os registros nela são permanentes.

Você precisará quitar o débito e solicitar a retirada do seu nome. E lembre-se: postergar o pagamento até prescrever não muda a restrição interna dos bancos, pois os bancos podem piorar a análise com esse tipo de dívida!

Cadastro Positivo: 6 perguntas sobre esse importante aliado do seu crédito!

Meta-descrição: A análise de crédito no Brasil sempre foi feita a partir das informações negativas. O Cadastro Positivo meio mudar completamente isso. Veja como funciona!

foto Cadastro Positivo - restricao interna

O Cadastro Positivo surgiu e está se popularizando em um momento muito importante do mercado brasileiro; não saímos de uma longa instabilidade econômica e entramos em uma crise – a pandemia do coronavírus – de proporções globais.

O resultado é a piora de indicadores que já estavam muito ruins, como o um dos maiores índices de desemprego da história e uma inadimplência que chegou a 67% das famílias em junho de 2020, um novo (e triste) recorde.

Mais do que nunca, o mercado precisará de ferramentas eficientes e abrangentes para oferecer crédito aos consumidores – e mais do que nunca, afinal poucos poderão pagar à vista, por não terem reservas ou por estar preocupados com as dívidas mais urgentes.

Olhar a perfil de crédito de um cliente apenas pelos atrasos e a inadimplência não é o bastante; é preciso ver fatores positivos também.

É preciso valorizar mais o poder de crédito e menos o risco, principalmente porque a concorrência será mais acirrada. No final, você será beneficiado e fará a roda da economia girar.

Por isso, vamos falar um pouco do Cadastro Positivo: 6 perguntas sobre esse importante aliado do seu crédito?

1 – O Cadastro Positivo pode acabar com a restrição interna dos bancos?

Muitos de nós já conhecemos a restrição interna dos bancos – mais conhecida como lista negra bancária. E sempre somos apresentados a ela nos momentos mais inconvenientes.

A restrição interna nada mais é do que um cadastro criado pelo Banco Central e gerido por todas as instituições financeiras, onde estão registrado todos os movimentos de consumidores que são relacionados a produtos financeiros – empréstimos, financiamentos e outros.

Se você tem uma dívida pendente há anos ou negociou em um Feirão Limpa Nome (link para artigo 187 159) por exemplo, o seu nome não sai da lista negra dos bancos e serve como uma referência negativa que acaba prejudicando operações futuras.

Por outro lado, bancos e financeiras vendem dinheiro; se avaliarem as pessoas apenas por esse ângulo, a tendência é ter um universo cada vez menor de clientes em um cenário ruim aumenta ou persiste.

Com o Cadastro Positivo, os consumidores sabem que possuem motivos para ser aprovados – que podem ser maiores do que a rejeição. Ao mesmo tempo, as empresas que pesquisam os bancos têm dificuldades para assumirem sozinhas por falta de boas referências.

A tendência é que os bancos eliminem essas restrições permanentes. E também por outro aspecto: com o Cadastro Positivo, fica mais difícil os bancos rejeitarem por dívidas antigas, impagáveis ou até mesmo pagas.

Nesse caso, os clientes podem questionar o banco e exigir a retirada de forma amigável ou judicialmente. Diante disso, a restrição interna dos bancos pode estar com seus dias contados!

foto O que é o Cadastro Positivo - como ajuda na restricao interna

2 – O que é o Cadastro Positivo?

O Cadastro Positivo é um grande banco de dados de todos os consumidores do país com toda a movimentação de pagamentos, seja de compras de produtos e serviços, seja de concessão de crédito bancário, como os empréstimos e financiamentos.

Ele é administrado pelo birô de crédito SPC Brasil e administrada em conjunto com a Serasa Experian e por alguns anos, desde que foi regulamentado em 2013, era preciso cadastrar-se no site da Serasa.

Atualmente, o cadastro é automático, portanto as compras, pagamentos de compras  e créditos que você está consumindo estão formando a base que o mercado usará em cada consulta.

Quais pagamentos são considerados?

    • Financiamentos e empréstimos;
    • Parcelamentos de lojas;
    • Contas (energia, telefonia, internet, TV por assinatura);
    • Impostos;
    • Planos médicos e odontológicos;
    • Mensalidades escolares.

3 – Quais as características do Cadastro Positivo?

Três características são diferenciais importantes para os estabelecimentos.

Abrangência

Sua vida financeira de consumo está completamente registrada no Cadastro Positivo e não apenas as situações pontuais de consumo, como uma compra de imóvel ou veículo.

Isso é importante especialmente para pessoas que buscam um primeiro financiamento de carro, por exemplo, e o crédito pode ser aprovado porque elas têm um histórico de pontualidade nas contas mensais.

Equilíbrio

Ao contrato da restrição interna dos bancos e de cadastros de restrição como SPC e Serasa, que apenas mostram se o cliente tem alguma dívida (nome sujo), o Cadastro Positivo também apresenta um histórico que mostra os eventos positivos – pagamentos em dia ou com poucos dias de atraso.

Se tomarmos um exemplo, um cliente pode ter uma dívida pendente há três anos e obter um parcelamento, pois mantém pontualidade há um ano. Os valores também pesarão na decisão.

Riqueza de informações

O Cadastro Positivo compreende inúmeros dados para ajudar na tomada de decisão e os estabelecimentos têm diferentes critérios para ranquear os dados dos consumidores de acordo com suas políticas de crédito.

Uma loja que oferece parcelamento em até 3 meses pode rejeitar um cadastro que tenha feito financiamentos longos. Por outro lado, pode aceitar se o valor médio das parcelas é maior que as parcelas que está propondo.

Ou seja, a loja pode aumentar o volume de vendas ao usar uma ferramenta com riqueza de informações e obter mais segurança nas suas decisões.

foto cancelar o registro no Cadastro Positivo - consultar restricao interna

4 – Como o Cadastro Positivo beneficia clientes e o mercado?

Para o mercado, ter uma base de dados como o Cadastro Positivo é uma forma eficiente de entender o comportamento de pagamentos de um cliente de uma forma mais ampla e mais interpretativa, sem a frieza de um aponte de restrição.

Existem vários fatos que podem impactar em uma decisão positiva ou negativa e quanto mais as empresas usarem, melhores serão os resultados e a tendência é que mais vendas aconteçam, ao eliminar a rigidez de crédito que olha apenas os eventos negativos.

Para os clientes, existem alguns benefícios importantes:

    • Um sistema mais justo e personalizado de análise;
    • A análise considera mais o comportamento que os fatos isolados;
    • Eles podem obter uma pontuação melhor no Serasa Score;
    • Conquistar taxas de juros melhores;
    • Obter mais aprovações de crédito.

Em uma situação tradicional, se um consumidor adianta pagamentos e por algum problema é obrigado a ficar inadimplente em um financiamento, ele fica negativado nos birôs de crédito e na lista negra bancária, pois apenas a inadimplência aparece.

O Cadastro Positivo mostra todas as movimentações, de forma que as lojas podem considerar o histórico positivo e conceder o crédito.

5 – Como consultar o Cadastro Positivo?

Você pode consultar periodicamente. Isso pode ser bastante útil para analisar se existem apontes negativos e buscar uma solução junto aos credores.

Dessa forma, é possível melhorar o cadastro e aumentar as chances de ter solicitações de crédito aprovadas. Veja abaixo como você pode acessar o sistema.

  1. Acesse o sistema do Cadastro Positivo no Serasa;
  2. Caso você ainda não tenha acesso, clique aqui;
  3. Clique em Entrar;
  4. Digite seu CPF e a senha e clique em Entrar;
  5. Se for seu primeiro acesso, será preciso enviar fotos da frente e do verso do seu documento (RG ou CNH) onde consta o número do CPF e uma selfie com o lado do documento que mostra sua foto.

Após esse passo, você terá acesso à tela principal do Cadastro Positivo.

6 – É possível cancelar o registro no Cadastro Positivo?

Sim, caso o consumidor deseje, ele pode pedir a exclusão dos seus dados da base do Cadastro Positivo? Mas por que alguém gostaria de pedir isso, se beneficia nas análises de crédito?

Infelizmente, no Brasil é grande o número de casos de fraudes com dados pessoais e financeiros dos cidadãos. Além disso, por ser um serviço oferecido por entidades privadas, existe uma ideia (não confirmada) de que elas ampliem a visibilidade dos dados de forma indevida.

Em face dessas suspeitas, é dado à pessoa o direito de não ter seus dados disponibilizados para que os birôs acessem.

Para isso, basta usar um dos métodos abaixo:

  1. Acessar o site de uma das empresas participantes – SCPC, SPC Brasil e Serasa Experian. É preciso ter cadastro no site escolhido. Caso tenha, basta usar a opção Cancelamento e o serviço excluirá os dados em até dois dias úteis;
  2. Pedir por telefone:
      • SCPC: 0800 727 0201
      • SPC Brasil: 0800 887 9105
      • Serasa Experian: 0800 776 6606

É possível reativar o Cadastro Positivo cancelado?

Sim, mesmo depois de solicitado o cancelamento, o consumidor pode reativar – na verdade, é preciso criar um cadastro normalmente, como se fosse um cliente novo no mercado.

Como vimos nesse artigo, o Cadastro Positivo é um instrumento poderoso para que os consumidores aumentem as possibilidades de obter crédito no comércio e no sistema bancário, ao usar também a trajetória positiva deles e não só os apontes negativos.

Para o comércio, essa base de dados pode ajudar a aumentar as suas vendas, na medida em que usará mais dados de análise, com um histórico atualizado constantemente e não só usar dados estáticos de operações antigas.

Espero que estas dicas tenham ajudado a resolver a restrição interna – lista negra dos bancos!