Otimização de Sites SEO – Hora de Impulsionar suas Vendas!

Otimização de Sites SEO – Melhorar sua Estratégia de Marketing para Aumentar as Vendas da Empresa. Entenda tudo que precisa antes de contratar este serviço. Veja como!

foto Otimização de Sites

Dentre as muitas estratégias que devemos desenvolver em um plano de marketing digital, os canais digitais são ferramentas essenciais. 

São eles que vão estabelecer a comunicação com um público impensável se pensarmos no marketing e na publicidade tradicionais. E dentre esses canais, o website é a peça central, pois é a melhor representação institucional e comercial da sua marca.

E qual negócio pode, hoje em dia, abrir mão de criar sua imagem empresarial e firmar sua identidade comercial diante de milhões de pessoas que passam, todos os dias, em frente à gigantesca vitrine que é a internet?

Antes mesmo de uma empresa decidir pelo e-commerce, ela deve investir em um site institucional e com produção de conteúdo – artigos, vídeos, áudios, e-books – para estabelecer um relação com um número cada vez maior de pessoas.

É essencial formar uma audiência qualificada para chegar a um público potencial de leads (oportunidades) e vendas. Mas em meio a tantos domínios – e sendo o da sua empresa mais um deles – como fazer para que se destacar nas buscas dos usuários? 

Vamos falar da Otimização de Sites: a hora de impulsionar sua marca e as vendas, levando seu website para as primeiras posições do Google!

Otimização de Sites SEO

Um website é a grande vitrine de uma marca para milhões de pessoas diariamente e é uma ferramenta essencial para captar esse público potencial.

Podemos dizer que, para médios e grandes negócios, o site é uma estratégia natural, pois eles precisam de veículos de maior alcance e com conteúdos mais densos para capturar a atenção dos consumidores.

Não podemos imaginar uma indústria média de balcões comerciais ou uma locadora de roupas para festas fazendo marketing sem o alcance digital de um website, principalmente quando não são negócios locais. 

Até pequenas empresas podem precisar, dependendo do produto que vendem – peças para carro, por exemplo – e se uma loja virtual (link para artigo 187 149) é necessária.

Como vemos, tudo giro em torno das características da empresa – porte, atividade, alcance geográfico, orçamento disponível e a relação custo x benefício.

Em alguns negócios, um website pode ser um custo alto, com um tempo de retorno que eles não podem sustentar.

Para uma confecção caseira de roupas infantis, por exemplo, as redes sociais (link para artigo 187 153) são a melhor alternativa em custo e retorno. 

O público-alvo é outro fator que pesa muito na decisão, por alguns motivos:

  • O tíquete médio é baixo;
  • Tem baixa escolaridade ou pouco acesso à internet;
  • Não tem hábito de consumir conteúdo além das redes sociais.

Criar um site, nesse caso, pode ser um investimento alto sem um retorno que pague adequadamente e sem uma presença de público digital que não justifica o esforço, o custo e a expectativa.

Mas isso quer dizer que uma confecção caseira nunca precisará de um site

Não! 

Afinal, as empresas estão sempre mudando, não é mesmo? Motivos não faltam.

  • Abrir um novo ponto para dar conta da produção e do atendimento;
  • Ampliar bastante o portfólio;
  • Sair da estagnação das vendas ou da base de clientes;
  • Expandir a marca para novos públicos mais sensíveis aos conteúdos;
  • Falar mais e melhor sobre os produtos e serviços.

Como podemos ver, vários momentos e características do negócio definem se um website será producente. Mas o certo é que, com o crescimento ou a estagnação, todos precisarão dele em algum momento!

foto otimizacao-sites-o-que-e

Otimização de Sites o que é?

Otimizar um site é aplicar em toda a sua estrutura – técnica e de conteúdo – as diversas práticas de SEO (Search Engine Optimization). Para entendermos essas práticas, precisamos conhecer como funcionam os programas de buscas.

Para exibir os resultados de cada uma das milhões de buscas que ocorrem por dia, os navegadores precisam ordená-los (chamamos de ranqueamento) e para isso, eles definem critérios.

As inúmeras condições são formas de qualificar cada conteúdo – e dessa forma atingir o objetivo principal, de dar ao usuário a melhor experiência de busca e conhecimento.

Por outro lado, cada página que pretende aparecer para uma determinada busca, deve se preocupar em atender essas condições, ou o máximo possível delas, para vencer a disputa pelas melhores posições. 

O trabalho de melhorar a página chamamos de otimização e as formas de melhorar estão no SEO.

Mas por que preciso da otimização de site?

Imagine que você tem um dos melhores serviços de escrituração fiscal de Santos, com preços muito bons e a sua reputação de anos de experiência. 

Você tem um site com design envolvente, a linguagem adequada, apresentação clara dos serviços, disponibilização dos meios de contato, porém os pedidos de contato e de orçamentos não chegam. 

O que há de errado? É simples: antes do cliente gostar, ele precisa ver o seu site

Ter um site com qualidade é fundamental para valorizar a marca e fazer o cliente se interessar pelo seu serviço. Mas para chegar até ele, é preciso vencer a concorrência de outros resultados para a busca escrituração fiscal em Santos.

O usuário gasta, hoje em dia, três segundos em média para ler os resultados da busca. Dessa forma, ele dificilmente vai para a segunda página.

Então como o seu site vai aparecer nas primeiras colocações das pesquisas?

A otimização trata de cada página de forma que o Google reconheça relevância e ranqueie nas melhores posições das buscas, aumentando a sua chance de ser visto e acessado – para a sua qualidade de vendedor atuar!

Como o Google posiciona os sites nas buscas?

Para prover a melhor experiência de busca e conhecimento, o Google usa um grande catálogo com cerca de duzentas métricas de qualidade – o algoritmo.

Quando um usuário pesquisa, por exemplo, por conserto de celular em Moema, o Google:

  • Captura todos os resultados que tenham a expressão informada;
  • Aplica o algoritmo em cada resultado;
  • Ranqueia cada resultado conforme o alinhamento com as métricas.

É como um processo industrial com uma série de checagens de qualidade para liberar os produtos por conformidade com o projeto original.

O resultado da busca – chamado de ranqueamento – é um processo extremamente rápido, feito em um ou dois segundos, mas é determinante para a visibilidade das páginas.

Com o passar dos anos, o Google vem revendo as regras para priorizar os conteúdos mais relevantes e com mais autoridade, segundo os critérios dele. 

Quer saber mais sobre SEO e como usar esse serviço com eficiência? Clique em nosso artigo (link para artigo 187 145) para ter mais informações!

foto google-resultados-buscas otimizacao de sites

Principais métricas da Otimização de Sites SEO

Por questões óbvias, dificilmente alguém conseguirá a lista de todas as métricas – é um segredo bem guardado, pois é a forma do Google motivar os desenvolvedores e seus clientes a investir constantemente na qualidade dos sites.

Além disso, as regras mudam constantemente e convenhamos, seria impossível aplicar todas as centenas de regras em cada página e aplicar as mudanças.

Mas algumas regras são clássicas e permanentes, ajustando apenas alguns valores, e devem ser a prioridade dos profissionais de otimização (SEO). Vamos falar delas nos próximos tópicos.

Otimização de Sites On Page

São as otimizações feitas nos elementos internos das páginas de um site. Entre as dezenas, podemos destacar as mais praticadas.

1 – Definição de palavras-chave

Cada negócio tem uma palavra ou conjunto de palavras que traduzem a sua essência comercial e que são as mais usadas pelas pessoas na hora de buscar um produto ou serviço similar ao seu.

Um negócio pode ter uma palavra-chave principal – presente em todas as páginas – e outras que são aplicadas a cada conteúdo específico. Como exemplo, temos uma empresa de dedetização em São Paulo:

  • Palavra-chave principal: dedetização
  • Palavras-chave secundárias:
    • Desratização
    • Descupinização
    • Desinsetização
    • Higienização

Os termos-chave são a base do SEO On Page. A partir dele, diversos outros critérios serão avaliados.

2 – Títulos das páginas

O título de cada página deve:

  • Ter a palavra-chave correspondente;
  • Obedecer um tamanho máximo (que pode variar conforme o Google);
  • Ter mecanismos de atração (X dicas, veja como, saiba como, X respostas).

Além das regras para quem o título seja bem ranqueado, ele também é o cartão de visitas para os usuários entendam o que a página vai entregar. 

3 – Meta descrição

A meta descrição (ou meta description) não tem impacto direto no ranqueamento mas é crucial para aumentar a taxa de cliques na página.

É um texto breve, entre 150 e 160 caracteres (incluindo os espaços) que deve apresentar claramente o objetivo da página. O uso do termo-chave é obrigatório, pois o Google coloca ele em destaque e isso aumenta a chance de clique.

4 – Alt Tag de imagens

As imagens são importante para a comunicação visual da marca com os clientes, mas a importância delas começa bem antes: são recursos para resultados de buscas.

É preciso usar um recurso exclusivo delas: o alt tag, um rótulo usado pelo Google para buscar imagens que atendam os termos da busca. 

Em uma assistência técnica de celulares, podemos ter imagens com os rótulos:

  • conserto-celular-samsung (em uma página do serviço)
  • conserto-celular-motorola (em uma página do serviço)
  • como-proteger-tela-iphone (em um artigo de blog)

O termo-chave deve estar na alt tag – que funciona como o título da sua imagem.

5 – Responsividade

Aqui temos um combo de critérios de algoritmo.

Nada menos que 97% dos usuários brasileiros usam dispositivos móveis para acessar a internet. Por esse motivo, a página deve ser responsiva – ter a menor perda possível de dados na visão através de um smartphone ou tablete.

A falta de responsividade causa grandes prejuízos:

  • É fator negativo (e pesado) no resultado no ranqueamento;
  • Aumenta a taxa de rejeição – outro critério negativo importante;
  • Afeta a experiência do leitor, prejudicando a comunicação com ele;

Portanto, investir na visão do site em telas pequenas é essencial para o bom posicionamento nas buscas e para a sua relação com a audiência.

foto seo-on-page otimizacao de sites

6 – Sitemap

O nível de organização da página também é um fator de ranqueamento para o Google. Por isso, invista em um sitemap.

É um mapa da distribuição das informações e das páginas, que facilita o rastreamento e a indexação pelo Google e se torna um fator positivo de ranqueamento.

Esse recurso também pode ajudar você – ou o profissional de otimização – a identificar páginas com baixo desempenho e corrigir.

7 – Conteúdo

Por último em nossa lista e não menos importante, a qualidade do conteúdo gerado é um dos critérios mais importantes para o ranqueamento.

Quando pensamos em conteúdo, imaginamos os longos textos e artigos, mas ele se refere a todo material criado para se comunicar com a audiência – vídeos, áudios, textos e outros.

Esse é talvez o tópico mais subjetivo, pois lida com o estudo profundo do público-alvo para definir:

  • O tipo de conteúdo adequado a cada público;
  • A linguagem adequada;
  • A estruturação fluente;
  • A extensão de acordo com o tema;
  • Não ser total ou parcialmente plagiado de outro site.

Em nosso artigo sobre produção de conteúdo (link para artigo 187 151), detalhamos o nível de importância de tudo que geramos para falar com nossos clientes!

Otimização de Sites Off Page

São as otimizações feitas na relação entre as páginas de um domínio e elas com o mundo exterior. São fundamentais para criar a autoridade e potencializar a relevância de cada página.

Vamos falar das principais.

1 – Linkagem interna

É o recurso que usamos para relacionar as páginas de um mesmo domínio e que atua em um critério fundamental para ranquear no Google: o tempo de permanência no site.

Uma construção natural e coerente, que leve o leitor de uma página a outra em um fluxo coerente de raciocínio, faz com que o leitor se sinta atraído a consumir mais conteúdo, aumentando a sua permanência.

Esse recurso traz mais relevância ao site como um todo.

2 – Linkagem externa

É o recurso de citarmos, nos conteúdos das páginas, links de domínios com autoridade para enriquecer a experiência do leitor. A linkagem externa deve obedecer alguns critérios:

  • Deve ter relação estreita com o assunto tratado;
  • Não usar domínios suspeitos, spam, de fóruns ou que não tenham autoridade reconhecida no assunto;
  • Não usar links quebrados.

Um bom exemplo é usar um artigo do site Globo Rural em um conteúdo sobre Controle de Pragas. 

Esse recurso traz mais relevância ao site como um todo.

3 – Backlinks

Essa é a estratégia mais complexa para alcançar e também causa os melhores resultados para ranquear suas páginas.

E por que são complexos, se parecem tanto com as linkagens? Porque eles partem de um outro domínio (empresa) citar uma página sua no meio de um conteúdo. Ou seja, é preciso haver uma negociação com outros domínios.

Duas condições principais para a eficácia do backlink são:

  • Pertencer ao mesmo nicho ou campo semântico. Por exemplo, ter um site de dedetização e ser citado num artigo da Globo Rural;
  • Ser um domínio com reconhecida autoridade no tema.

Esse recurso traz mais autoridade ao site como um todo.

foto seo-off-page otimizacao de sites

Quem pode fazer otimização de sites SEO?

Uma Consultoria SEO (link para artigo 187 145) – sendo um profissional autônomo ou uma empresa – é a melhor opção para otimizar o site da sua empresa.

São profissionais que usam as melhores práticas, lidam com as mudanças das regras de otimização e sabem, em cada momento, quais os recursos que podem agregar mais valor ao seu website.

Além disso, eles conhecem e usam as ferramentas de análise, desenvolvimento e monitoramento mais eficientes, sendo mais eficientes com o tempo disponível para alcançar resultados. 

Ou seja, você tem um gerenciamento de conteúdo feito por um projeto estruturado e com um suporte mensal.

Quanto tempo dura a otimização de sites SEO?

O prazo para otimizar inicialmente um website varia bastante – afinal, cada negócio é único nas suas características, no momento que vive e nas expectativas.

Os fatores abaixo vão impactar na definição de um prazo que traga resultados consistentes e com os quais você poderá definir as demais estratégias – atendimento, vendas, logística – com uma audiência maior e mais bem definida.

  • Volume de concorrência e o comprometimento dela com a qualidade de SEO;
  • Comportamento do público-alvo;
  • Ciclo de venda do produto ou serviço;
  • Estágio de desenvolvimento do website;
  • Objetivos de expansão e de vendas do cliente.

A otimização é um trabalho permanente, com um período intenso de configurações e ações e a continuidade com a manutenção, pois o seu negócio e as regras de SEO mudam. É preciso adaptar o website e o conteúdo dele à nova realidade que se impor.

Preciso contratar uma agência de otimização de Sites SEO?

Como uma regra, não.

O trabalho de otimizar pode ser feito por um profissional da sua equipe de marketing que detenha conhecimento a respeito ou até por você mesmo – se dispor de bastante tempo e algum orçamento para estudar o SEO para sites e aguardar os resultados.

Existe uma série de empresas e plataformas com autoridade para ensinar as técnicas de SEO On Page, SEO Off Page e SEO Local, em cursos com ótimo conteúdo.

Com eles, você pode chegar a resultados muito bons, mas é preciso ter em mente alguns cuidados.

Otimização de sites é um trabalho contínuo

Como falamos anteriormente, as regras de SEO e o nível de conhecimento de cada concorrente seu mudam a todo instante.

Por isso, é preciso avaliar os resultados e validar ou rever a sua metodologia constantemente, para dar um passo à frente e manter ou reconquistar uma melhor posição nas buscas.

Otimização de sites exige estudo permanente

Para acompanhar a dinâmica das mudanças que o Google promove, é preciso acompanhar para aplicar sempre as ações corretas – e parar aquelas que o navegador passou a considerar como irregulares. 

Você pode manter-se atualizado de algumas formas:

  • Buscando novidades e informações em sites especializados;
  • Participando de fóruns e grupos voltados para o assunto – networking;
  • Fazendo cursos de atualização.

Otimização de sites tem um custo

Muitas pessoas preferem se aventurar no mundo do SEO para economizar na contratação de uma agência de marketing digital e isso pode ser um grande erro – que custará mais caro.

A formação em otimização requer cursos, compra de licença de algumas ferramentas e o maior dos custos: disponibilidade

Gerenciar a otimização é um trabalho constante, até diário dependendo do nicho e dos objetivos e isso pode custar a ausência da pessoa em outros assuntos e obrigar a empresa a contratar pessoal, que no fim custará mais caro que uma consultoria.

É importante avaliar se sua equipe ou você estão preparados para assumir essa grande responsabilidade que é de buscar permanentemente as primeiras posições de buscas para o seu site!

foto agencia-digital-otimizacao-sites

Otimização de Sites SEO Preço!

Mas afinal de contas, quanto custa para realizar o serviço de otimização de sites seo no site?

Por mais que possamos realizar uma pesquisa, este preço vai variar bastante de cidade para cidade, e também, de estado para estado.

Se entrar no google e digitar algo como otimização de sites sp ou mesmo otimização de sites bh, verá inúmeras opções de agências e profissionais que cobram valores distintos para realizar essa prestação de serviço.

Dentro disso, entra a questão de experiência, anos de atuação na área, custo de estrutura (que também entram os custos com pessoas e profissionais, no caso de agência), mas fora isso, o que você precisa entender é, “Se for um valor muito barato, não dará nenhum resultado”.

Isso é quase uma regra neste meio.

Se quiser receber um orçamento de otimização de sites seo, preencha este formulario.

Como podemos ver, a Otimização de Sites é uma atividade essencial para construir relevância e autoridade para o seu principal canal de comunicação com o público consumidor.  

Através de uma relação natural e construída a médio e longo prazo, a empresa também adquire confiabilidade, algo fundamental para os negócios nos dias de hoje!