11 Dicas para Montar uma Loja Virtual e Vender na Internet

foto 1 loja virtual

Nesta página você encontra 11 dicas para te ajudar a montar uma loja virtual do zero e começar a vender na Internet. Entre Aqui e veja os passos.

foto 1 loja virtual

As lojas virtuais são uma excelente opção para investir no comércio online e como parceiro de um negócio físico. Veja como ele agrega valor à sua marca!

A Loja Virtual é a mais forte tendência no comércio online, que hoje é uma realidade que movimenta boa parte da receita do comércio mundial e cresce anualmente

Para termos uma ideia da força do e-commerce no Brasil, foram faturados R$ 75 bilhões em 2019, um valor 22% mais alto que o faturamento no país em 2018 e houve um aumento de 40% no número de consumidores únicos, chegando a 31 milhões.

Por esse motivo, um número crescente de empresas querem expandir seus negócios do mundo físico para o digital, alcançar esse imenso mercado consumidor e não perder mercado para os concorrentes que estão online.

São empresas ou empreendedores que:

  • Possuem loja física mas não têm uma filial virtual;
  • Usam marketplace para oferecer seus produtos e estão perdendo receita com comissões e não podem personalizar os espaços;
  • Decidiram representar produtos e não querem investir em espaço físico.

Abrir uma loja na internet é uma excelente opção, pelo baixo custo, o uso de plataformas cada vez mais eficientes e inúmeras ferramentas de atendimento e gestão.

E pode impulsionar o seu negócio! Nesse artigo, vamos falar da Loja Virtual: a hora de colocar seus produtos no mercado mundial!

O que é uma loja virtual?

A loja virtual é um tipo de website que funciona exclusivamente como uma loja, com todas as funcionalidades que ela necessita para operar na internet no atendimento a clientes, aos pedidos de venda e à logística de pagamento e entrega, além de outras funcionalidades.

Através dela, o cliente pode realizar todo o processo de compra, da pesquisa e seleção de itens ao pagamento e sistema de inteligência para aviso aos clientes sobre o status dos pedidos.

Conforme veremos ao longo desse artigo, as vantagens são muitas, tanto para os negócios que vão nascer online quanto aqueles que querem expandir suas operações físicas para a internet.

foto 2 o que é loja virtual

Quais as vantagens e benefícios de expandir o negócio em uma loja virtual?

Se você já tem uma loja física e pretende mantê-la, expandir para uma loja de internet pode ser uma decisão muito acertada por vários motivos.

Vamos falar de algumas das muitas vantagens e benefícios.

1 – Alcançar um público maior

Sem dúvidas, uma loja online terá um alcance de público muito maior, pois ela está disponível em buscas de usuários de todas as partes do mundo.

Você vai trabalhar sem limitação geográfica. Isso é essencial mesmo que você decide, nas regras de negócio, não atender alguma região do país ou o exterior, pois ainda assim potencializará a imagem da marca para um número maior de pessoas.

É importante ressaltar que, mesmo sendo um site com perfil bastante operacional, é preciso investir em otimização de SEO para que o conteúdo seja mais bem posicionado pelo algoritmo do Google no momento de ranquear os resultados.

2 – Potencializar o movimento da loja física

Nem todas as pessoas que buscam seu produto na busca do Google e acham a loja virtual, vão realmente comprar online.

Elas podem pesquisar os modelos que a empresa vende e decidir por comprar e retirar na loja.

Esse é um comportamento comum em usuários que chegam na loja virtual através de buscas, pois acham mais seguro comprar presencialmente. Com isso, a loja física ganha movimento e você pode vender outros produtos relacionados.

3 – Multiplicar os pontos de atendimento ao cliente

Com a loja online e suas funcionalidades, é possível atender o cliente de várias formas.

  • Chat online
  • Chatbot
  • Aplicativo da loja
  • Página de ajuda ou perguntas mais frequentes
  • Whatsapp

São mais oportunidades para prestar um atendimento mais ágil e eficiente, saindo do modelo tradicional de telefone e email.

4 – Ter total liberdade e independência de gestão

Se você vende através de uma conta de marketplace, como o Mercado Livre ou o Enjoei, sabe que por melhores que as vendas estejam, eles são passivas e dependem diretamente do marketing digital das plataformas – que é pulverizado.

Em uma loja virtual, você terá a liberdade de criar a identidade visual, o layout mais atraente, escolher recursos que os marketplace não oferecem e, principalmente, fazer o marketing de conteúdo que a sua marca precisa.

Outro ponto essencial é a base de clientes . Nessas plataformas, as vendas são pontuais e não existe um trabalho de atração direcionado. A relação com os compradores se resume a responder perguntas e o gerir o processo de venda e entrega.

Com a loja online, você pode usar estratégias de atração e conquistar um público-alvo, que terá um interesse focado no que você vende, além de valorizar o fato da sua empresa ter uma loja independente e virtual.

7 – É uma filial que não fecha!

Se só essa vantagem existisse, já justificaria o investimento em uma loja virtual: ela funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Nada pode ser melhor para quem quer vender! Imagine que de madrugada, enquanto você dorme, um cliente está comprando uma bomba d’água, algo que até pouco tempo só se venderia nas lojas de rua.

Mas não esqueça de um aspecto fundamental: a qualidade do serviço de hospedagem, pois ele vai determinar a sua disponibilidade, que deve ser total para evitar que um cliente encontre a sua loja online fechada por causa de um downtime e corra para o concorrente!

Quais as vantagens e benefícios de iniciar um negócio com uma loja virtual?

Se você está criando um negócio do zero e quer apostar na venda online, certamente se beneficiará de muitas das vantagens que falamos anteriormente, além de outra importante: o custo de uma loja online é muito menor.

Nem precisamos falar do custo Brasil para abrir um negócio presencial no Brasil.

Falando apenas da loja, é preciso investir em um espaço físico para estoque, expedição, áreas de venda, administrativa e de circulação, identidade visual e alguns equipamentos, além de pagar licenças e taxas.

No comércio online, você e sua equipe podem administrar em casa e usar uma loja menor apenas para estoque e expedição. Ou melhor: fazer uma operação 100% home office, se houver espaço em casa para estocar e se não houver restrição legal.

Outra vantagem é o custo operacional. Começando online, você pode desenhar o modelo de negócio com o máximo de automação, do atendimento ao faturamento e usar uma equipe mínima.

foto 3 abrir loja virtual

Quer abrir uma loja virtual? Então crie um Plano de Negócios!

Mesmo que você tenha uma loja física, experiência e sucesso de faturamento, algumas questões precisam ser respondidas antes de dar o primeiro passo. Uma loja virtual é uma decisão de grande importância e valor, é importante definir algumas questões antes para que ela se torne um grande sucesso. A lista é grande, mas vamos destacar os grandes pontos.

  1. Seus produtos têm apelo para vender online?
  2. O tíquete médio das suas vendas sustenta o investimento?
  3. A projeção de visitantes (tráfego) é adequada para uma loja online?
  4. Você conhece o comportamento do seu público-alvo na internet?
  5. Você possui o valor de investimento sem recorrer a terceiros?
  6. Você possui o capital de giro para suportar o tempo de retorno?
  7. Está disposto a esperar pelo tempo de retorno estimado?

Como vimos, estamos falando de um Plano de Negócios – onde todos os aspectos do negócio devem surgir e serem discutidos. Mas elas são essenciais para que você inicie o projeto com mais certezas do que dúvidas – elas sempre existem, mas os passos certos vão respondendo!

Quais os principais investimentos para abrir uma loja virtual?

Vamos abordar os principais investimentos para abrir e manter a sua loja na internet em um padrão de eficiente necessário para competir.

Domínio e hospedagem

Se você está começando uma loja virtual do zero, precisará criar uma URL e registrá-la. Existem várias empresas que fazem o registro e o custo anual é baixo.

Para contratar a empresa de hospedagem, a pesquisa e a escolha devem ser mais cuidadosas, pois a disponibilidade do seu e-commerce dependerá diretamente da qualidade do serviço – em suma, a modalidade e a qualidade do servidor.

Nesse artigo sobre hospedagem de sites, nós falamos das modalidades e os cuidados na contratação.

Plataforma de e-commerce

Este é um item central do funcionamento de uma loja de internet. e a escolha mais complexa de todo o projeto, pois é nesse software que toda a sua operação estará apoiada.

Dedique um bom tempo para conhecer as opções de mercado, existem algumas que colocam a sua empresa no nível operacional de empresas como a Evino ou a Petlove.

Abaixo estão algumas das maiores plataformas de e-commerce no país:

  • Nuvemshop
  • VTex
  • Magento
  • Linx Commerce
  • Wix

Mais adiante, dedicamos um tópico para falar dessa ferramenta.

Sistema de gestão integrada

Não se trata de um item obrigatório, mas sabemos como o controle de estoque é um dos grandes desafios quando temos lojas física e virtual usando a mesma base – o que é o mais comum.

Um ERP – não se assuste com o nome, existem opções com ótimo custo e desempenho – pode ajudar a gerir tudo de forma integrada – estoque, movimento de vendas, base de clientes, resultados e obrigações.

É um salto de qualidade considerável para o seu negócio.

Certificação de segurança

Comprar no mundo virtual ainda gera desconfianças para muitas pessoas e um dos principais motivos é a segurança dos dados pessoas e financeiros – o quanto a loja online é segura para que eles não caiam nas mãos de bandidos virtuais.

A certificação SSL de segurança é um item obrigatório no comércio online, pois protege o trânsito das informações entre servidores através da criptografia de ponta a ponta.

Os dados são decodificados na origem e recodificados no destino. Dessa forma, os hackers não conseguem usá-los se forem capturados. Pesquise sempre sobre novidades nessa área para dar à sua loja virtual a melhor proteção digital possível.

foto 4 forma de ter uma loja virtual

9 principais passos do projeto de criação de uma loja virtual?

A criação de uma loja digital é um processo complexo e que exige um sequenciamento definido e atenção em cada etapa.

Vamos falar dos principais passos, presentes em todos os projetos. A estrutura final dependerá dos detalhes particulares que forem definidos.

  1. Escolher a URL para a loja;
  2. Registrar o domínio e contratar a hospedagem;
  3. Definir o cadastro de produtos;
  4. Analisar a concorrência;
  5. Contratar a plataforma de e-commerce;
  6. Criar parcerias com meios de pagamento e soluções de transporte;
  7. Definir layout e funcionalidades;
  8. Estabelecer o plano de marketing;
  9. Desenvolver e testar a loja online.

Vamos falar um pouco mais de algumas delas nos próximos tópicos.

Plataforma de e-commerce:  3 questões fundamentais antes de escolher

A plataforma de e-commerce é um item central da loja online, onde os clientes sempre esperam por soluções simples, que exigem pouco esforço e digitação para chegar no produto, escolher o frete, a forma de pagamento e fechar a compra.

Por outro lado, é importante avaliar todos aspectos importantes e que impactam no desenvolvimento, na gestão e, consequentemente, no resultado final entregue aos clientes.

1 – Qual a sua projeção de base de clientes?

Muitas empresas fazem seus preços pela quantidade máxima de cadastros de clientes e você precisará fazer um upgrade para ampliar a base – e certamente fará.

Portanto, é fundamental prever com realismo o horizonte de clientes a médio e longo prazo para que você tenha uma solução confortável e não precisa reinvestir muitas vezes.

2 – Qual o seu orçamento?

Quando conhecemos as plataformas de e-commerce, a tendência é querer investir em tantas funcionalidades que esquecemos da verba para gastar.

Por isso, defina um limite orçamentário – o que você pode gastar por uma ferramenta de grande qualidade e que não comprometa o caixa da empresa. Pesquisar os preços com as funcionalidades detalhadas ajuda a escolher o melhor que se possa pagar.

3 – Qual o tipo de plataforma?

As empresas fornecedoras se dividem entre o plataformas pen source (código aberto) e o plataformas SaaS (venda de serviço). Não diríamos qual é a melhor, porque dependerá da dinâmica do negócio e da liberdade que você quer ter no uso dela.

Na plataforma pen source, você compra o direito de uso e tem a liberdade de mudar o que quiser, personalizando ao máximo a loja virtual. Basta contratar um especialista.

Por esse motivo, ela tem um custo mais alto – você paga pela liberdade de customizar. Além disso, qualquer manutenção fica a cargo do cliente.

Na plataformas SaaS, o pagamento é uma mensalidade de serviço que dá direito a criar imediatamente a loja em uma plataforma que funciona em nuvem. Não há possibilidade de personalizar a ferramenta, porém são mais rápidas de implementar.

URL amigável: a porta de entrada da sua loja virtual

A URL será a identificação digital da sua loja para as consultas diretas ou a localização nas buscas. E como queremos que o cliente compre tanto na loja que decore o link dela, é preciso que seja algo fácil de memorizar.

A opção clássica é www.(minhaloja).com.br. A URL deve ser curta e remeter à marca e no máximo o produto que representa, como www.(nome)discos.com.br.

Se a sua empresa tem um nome longo, tente abreviar sem perder o sentido. A simplicidade vai ajudar o público a acessar com maior frequência.

O cadastro de produtos vai impulsionar sua marca online

Pode parecer a parte mais simples da construção, afinal você conhece de cor os seus produtos. Mas o público online conhece?

Daí vem a importância de investir tempo e qualidade na base de produtos e aplicar a otimização de SEO.

As descrições e imagens são lidas pelo Google para definir o ranqueamento dos conteúdos das lojas virtuais. Quanto mais contextualizado com os termos de busca dos usuários, melhor será o posicionamento.

Cada produto tem suas particularidades, mas como regras básicas:

  • Use textos longos somente se for necessário;
  • Evite o excesso de imagens, se não agrega informação ao cliente;
  • Cuidado absoluto com a qualidade do português usado;
  • Evite o excesso de termos estrangeiros, mesmo que seja uma prancha de surfe.

Nesse artigo, nós falamos mais a respeito da otimização.

foto 5 criar loja virtual

Frete: não deixe que ele se torne o vilão da sua loja virtual!

O valor do frete e o tempo de entrega são os maiores motivos de abandono de carrinho – uma métrica importante nas vendas online.

As reclamações sobre os valores e o tempo são muitas e justas. Portanto, pesquise com quais modalidades cada plataforma está integrada, pois isso aumentará as opções para o cliente e reduzirá as chances dele de desistir da compra.

Outro item de grande importância é a logística reversa – o processo eletrônico de devolução de uma compra sem custo para o cliente. É um funcionalidade que pode ser decisiva em uma venda, pela segurança que traz para o cliente em caso de arrependimento ou defeito.

Pagamentos: mantenha sua loja virtual atualizada com as opções!

Em um país onde um entre três brasileiros , prover soluções de pagamento é fundamental para conquistar vendas e clientes.

As melhores plataformas costumam se atualizar sobre novos meios, como as empresas intermediadoras de pagamento ou o débito automático. O tempo de oferecer apenas cartão de crédito se foi.

Avalie as empresas que oferecem o melhor menu de meios de pagamento, pois eles podem impactar ainda mais na decisão de compra.

E-mails de confirmação: fundamental na relação online com os clientes!

Uma ferramenta cada vez mais comum nas estratégias de venda e atendimento nas lojas online são as séries de emails de confirmação, que atualizam o cliente em cada um dos passos do processo de compra.

Não falamos apenas do email de obrigado pela compra com um número de pedido para que o cliente acesse o site periodicamente e veja como está o status de atendimento.

É certo que incentivá-lo a ir o site é importante, mas verificar um pedido de entrega longa ou que apresente algum problema pode se tornar estressante se for feito dessa forma e impactar negativamente na relação da empresa com o cliente.

Além disso, demonstra que a empresa não está preocupada em compartilhar informação.

A série de emails de confirmação é uma importante ação dentro da estratégia de Email Marketing – a construção de sequências estruturadas e lógicas de emails para diversas finalidades na empresa.

  • Divulgar conteúdos publicados;
  • Promover produtos e eventos;
  • Fazer a nutrição de leads

Usar essa ferramenta durante o processo de atendimento de pedidos é uma forma eficiente e simples de valorizar a venda e a relação com o cliente.

Resumo: 11 coisas que não podemos esquecer em uma loja virtual

Como vimos até aqui, montar uma loja virtual é um projeto de grande complexidade, exige uma série de recursos e muita atenção em cada uma deles.

Vamos resumir o que não pode faltar na sua loja online.

  1. URL amigável
  2. Hospedagem adequada
  3. Layout atraente
  4. Fácil navegabilidade
  5. Certificação SSL
  6. Cadastro de produtos otimizado
  7. Opções de frete
  8. Opções de pagamento
  9. Pontos virtuais de atendimento (chat, chatbot, whatsapp)
  10. Série de emails de confirmação
  11. Sessão de ajuda ou perguntas frequentes

foto 6 loja virtual pagina

Plano de marketing digital: é hora de montar a loja virtual?

Uma empresa não obterá o sucesso desejado com o comércio online apenas montando a loja virtual, cadastrando os produtos e configurando todas as funcionalidades desejadas, como a lista que resumimos no tópico anterior.

É preciso entender se é o melhor momento e isso envolve muito estudo. Talvez a sua loja online não seja viável ou a melhor solução no momento por uma série de fatores e isso é muito natural.

É preciso existir um amadurecimento dentro da empresa para essa grande mudança e a clareza se a marca existe digitalmente (site, redes) para pavimentar o caminho das vendas online.

Um plano de marketing digital é o estudo fundamental para avaliar todos os fatores críticos da implantação de uma loja virtual.

A partir dele, cada passo será dado com mais acerto, pois haverá certezas que darão sustentação para as ações e também a possibilidade de corrigir imediatamente, impedindo que erros possam comprometer a qualidade final da sua loja que nunca fecha!

Como podemos ver, a cada dia, mais empresas estão migrando de seus negócios físicos para o mundo da internet ou simplesmente expandindo a operação. Pessoas estão apostando no comércio online para os mais variados negócios.

A Loja Virtual exerce um papel crítico nesse processo, Mas ela deve ser planejada com muito estudo, criada com a identidade da marca e gerida de forma profissional. Só assim, poderá garantir os resultados desejados!

Gostou desse conteúdo sobre Loja Virtual?

Continue navegando na nipconf e veja que temos mais informações úteis!

Acesse também o nosso blog, com artigos relacionados e muito atuais.