Mulheres na tecnologia: a favor do futuro, contra o sexismo!

Em um mundo ainda repleto de machismo, não é nada fácil ser mulher enquanto se tenta uma carreira em algo que é historicamente dominado por homens, e o ramo da tecnologia definitivamente é um desses. Mas incluir as mulheres na tecnologia é algo fundamental, e podemos olhar para o passado para falar sobre isso.

Não parece certo que mesmo já existindo várias mulheres brilhantes que passaram pelo mundo da tecnologia, ainda hoje seja tão fácil para elas entrarem nesse ramo, isso acontece por conta do machismo, que afeta as mulheres em vários níveis nessa caminhada.

E embora algumas pessoas sejam excessivamente positivas em dizer que todos somos iguais e que as mulheres só precisam se esforçar para chegar onde querem, sabemos que não é bem assim que funciona.

Dizer para alguém se esforçar não muda as injustiças do mundo, e temos que lutar tanto para conseguir percorrer a estrada, quanto para diminuir as dificuldades nela para quem vem atrás.

Se criamos barreiras para que um grupo tão grande faça parte de algo fundamental para a humanidade, imagine o quanto estamos perdendo com isso? Limitar profissões a seus eixos não só é um erro, como também vai impedir o desenvolvimento nosso quanto à raça. 

A prova disso é que existem diversas mulheres que já sabemos que foram brilhantes em suas terras, e sem elas o mundo não seria o mesmo.

Mulheres na tecnologia: conheça alguns nomes importantes

Versão começarei falando diretamente com você, gamer de plantão. Sabemos que a comunidade gamer pode ser extremamente tóxica e sexista, e que isso está sendo combatido. E talvez um bom jeito de combater seja mostrando que se não fosse por uma mulher, os jogos não seriam como são hoje. 

Estamos falando de Carol Shaw, uma mulher nascida na região do Vale do Silício, e acabou sendo historicamente considerada a primeira mulher a trabalhar com o desenvolvimento de games

Carol foi a pioneira em uma função muito específica dos mundos games: a criadora de dificuldade procedural, ou seja, fazer com que o jogo se torne mais difícil conforme o jogador avança. 

Carol era uma engenheira da computação que ajudou algumas grandes empresas como a Atari a fazer jogos revolucionários, e mais tarde trabalharia também com a Activision.

Se hoje temos jogos como todos os soulslike, por exemplo, é por conta dessa e de outras mulheres na tecnologia, que mudou para sempre o mundo dos games. 

Mulheres na tecnologia
Mulheres na tecnologia. Imagem: Canva Pro.

Mas não para por aí. Outro nome que reforça muito que não podemos julgar a capacidade ou os direitos de alguém por ser uma minoria, é Ada Lovelace. Isso porque além de ser uma das mulheres na tecnologia, o seu nome está diretamente ligado ao de outra pessoa que sofreu por ser uma minoria.

Temos que lembrar primeiro do nome de Alan Turing, que para muitos é considerado o pai da computação, e que ajudou a salvar milhares de vidas durante a grande guerra. Turing era gay e ateu, e isso fez com que ele tivesse um fim trágico frente às leis terríveis do governo britânico na época.

Ada Lovelace foi a mulher que deu sequência a seu brilhante trabalho, sendo tão brilhante quanto, talvez até mais. Enquanto ele era o pai da computação, Lovelace tornou- se a mãe do software. 

Ela foi apelidada de Ada King, a mulher trabalhava analisando e traduzindo materiais dos matemáticos de sua época, e assim ela desenvolveu o primeiro algoritmo do mundo. Para se ter uma ideia, nenhuma máquina da época era capaz de suportar seu algoritmo, e só depois da sua morte foram criados computadores que o suportam. 

Sua ajuda foi tamanha, que hoje existe um prêmio em seu nome que é dado para pessoas que conseguem fazer grandes inovações na área de software. Uma das mais importantes mulheres na tecnologia. 

E não podemos nos esquecer também de Grace Hopper, a mulher que colocou o termo “bug” no mundo. Por mais engraçado que pareça, essa á parte mais engraçada da sua história, já que ela literalmente retirou um inseto de dentro de uma máquina para resolver problema de processamento de dados que estava acontecendo.

Mas o que realmente marcou sua carreira foi que ela foi simplesmente a primeira mulher a ter um PHD em Matemática na universidade de Yale. Um fato histórico para as mulheres na tecnologia.

Mas não só isso, se você é programador e entende de COBOL, saiba que ela foi uma das idealizadoras dessa linguagem de programação tão usada. Ela ainda ajudou também na criação do primeiro computador que foi vendido ao público comum, o UNIVAC, tá bom ou precisa de mais?

E para fechar essa lista de incríveis mulheres na tecnologia, temos que falar de Katherine Johnson, uma mulher preta que foi a primeira a ingressar em um curso de pós graduação na universidade de West Virginia. 

Katherine foi tão brilhante que concluiu sua graduação aos 18 anos de idade, em matemática e também em francês. 

Mas isso nem é o mais impressionante. Katherine mais tarde trabalharia na MACA, o órgão governamental que mais tarde se tornaria a NASA. Algo que não foi fácil tanto por ser mulher quanto pela cor de sua pele.

Isso tudo ficou registrado no excelente filme Estrelas Além do Tempo, que mostra a sua contribuição para a trajetória de voo para a primeira missão do pouso na lua, que foi realizada pela famosa Apolo 11. 

A importância das mulheres no meio tecnológico

Como pudemos ver com essa pequena lista de mulheres na tecnologia, historicamente elas sempre foram brilhantes, e ajudaram o mundo a ser o que ele é hoje. mas como pudemos ver também, nada disso foi fácil, e essas mulheres tiveram que lutar muito para conquistar o que conquistaram.

Essa luta toda não foi só delas por elas, foi para que o caminho de cada jovem cientista fosse mais fácil, para que nenhuma mulher tenha que passar por dificuldades que homens não precisam passar.

Mulheres na tecnologia
Importância das mulheres na tecnologia. Imagem: Canva Pro.

Então é nosso dever como pessoas da era contemporânea da tecnologia aceitar que mulheres na tecnologia merecem espaço, respeito e também igualdade.

Rolar para cima